Gestão de tempo na prática: como ela contribui para o seu bem estar?

O acúmulo de atividades tem prejudicado sua qualidade de vida? Saiba como a gestão de tempo pode resgatar o bem estar e a tranquilidade em sua rotina!

30 de outubro de 2020

No meio da rotina agitada de quem vive nas principais capitais do país, a busca por uma vida equilibrada deixou de ser um luxo e passou a ser necessidade.

Os brasileiros estão cada vez mais sobrecarregados e as pesquisas só comprovam isso: segundo a ISMA (International Stress Management Association) o Brasil é o segundo país com maior nível de stress no mundo, o que significa que pelo menos 30% dos profissionais sofrem com a síndrome de burnout, distúrbio causado pelo esgotamento mental ligado à vida profissional.

Na contramão dessa busca por uma rotina mais tranquila está aquele que aparece como o principal opositor da qualidade de vida: o tempo.

É fato que o tempo é um recurso limitado e atualmente escasso em meios às tantas demandas do dia a dia, mas a boa notícia é que é possível controlá-lo e usá-lo a favor da sua saúde e bem estar. Nesse sentido, a gestão de tempo é uma aliada que pode contribuir positivamente na rotina. Saiba mais em nosso artigo!

Os benefícios da gestão de tempo para o bem estar físico e emocional

Muito mais do que uma teoria sobre como organizar seus horários, a gestão de tempo oferece liberdade para planejar a rotina de acordo com suas prioridades, encontrando espaço na agenda para aquilo que é essencial, sem deixar de lado as atividades que sempre ficam em último plano. Confira a seguir alguns dos principais benefícios da gestão de tempo!

Controla a ansiedade

Em sua essência, a ansiedade está diretamente ligada às incertezas que rodeiam cada um. Como forma de minimizá-la, uma das soluções mais indicadas é assumir o controle daquilo que é possível.

É nesse ponto que a gestão de tempo entra como facilitadora: ao gerenciar melhor o tempo, você se sentirá no controle de sua vida e terá que lidar com menos fatores incertos, trazendo uma leveza maior ao seu dia a dia, que já estará programado com antecedência e não sofrerá os efeitos do descontrole.

Evita desperdício de energia

Pense no momento em que acorda todas as manhãs. Se você já sabe previamente quais são seus compromissos e atividades do dia, não vai gastar tempo pensando no que tem de fazer e nem procrastinando por não saber por onde começar.

Isso faz com que seu cérebro economize energia, que pode ser melhor distribuída para cumprir aquilo que foi previamente programado em seu planejamento de tempo.

Facilita o atingimento de objetivos

A maioria das pessoas tem um plano que nunca saiu do papel. Ele pode estar relacionado a um projeto pessoal, a uma atividade física, a um programa em família, à mudança de apartamento etc.

A principal desculpa para não ir de encontro a eles normalmente é a falta de tempo, mas ao gerenciar melhor seus horários, será possível encaixar até aquelas metas e objetivos que acabam ficando soterradas em meio às tantas tarefas do dia a dia.

Os principais vilões da gestão de tempo

Embora gerir o tempo pareça uma tarefa simples, muitas pessoas sentem dificuldade na hora de colocar em prática, principalmente porque acabam não eliminando os fatores que atrapalham uma boa gestão de tempo. Confira quais são e fuja deles!

Falta de planejamento

O planejamento é o pilar central de uma boa gestão de tempo e, sem ele, dificilmente você conseguirá ter mais tempo.

Embora muitas vezes você pense que não tem tempo para nada, na verdade o tempo não está sendo bem planejado e isso causa uma sensação de escassez e impotência em relação a ele.

Hiperconexão

Os diversos canais de comunicação, as mídias sociais e o bombardeio de informações são verdadeiros vilões se não forem usados criteriosamente, pois consomem nosso dia em um piscar de olhos e dão a sensação de que nada foi produzido nesse período.

Muitas pessoas acham que o melhor caminho para evitar que isso aconteça é abolir esses canais da sua vida, mas isso não é verdade. Basta definir critérios para utilização e respeitar seus limites, colocando como prioridade a sua agenda interna e não os estímulos externos.

Deslocamento físico

Viver em uma grande cidade tem inúmeros benefícios, mas o trânsito com certeza não é um deles. O deslocamento físico muitas vezes toma parte do dia dos moradores das grandes metrópoles, prejudicando assim a quantidade de horas disponíveis para fazer atividades relevantes e tomando o tempo propício para lazer e descanso.

Como colocar a gestão de tempo em prática

Agora que já citamos os benefícios da gestão de tempo e seus principais desafios, é hora de colocá-la em prática!

Planeje-se

Como já citado anteriormente, o planejamento é essencial para quem quer gerir melhor seu tempo. Diante disso, escolha o método que mais se adequa ao seu estilo de vida.

Algumas pessoas se organizam melhor planejando sua semana na agenda do celular, outras em um caderno físico ou até mesmo em post its pendurados no home office.

Independentemente do método, o importante é que nesse planejamento estejam todas as tarefas que deseja executar em determinado período, alinhadas com metas e objetivos que almeja atingir.

Faça uma coisa de cada vez

Em meio ao acúmulo e à desorganização das tarefas, é comum que você se sinta perdido e, por isso, tente executar várias tarefas de uma só vez.

Esse hábito é prejudicial porque compromete a qualidade da execução e, além disso, estimula o stress, a pressão e a ansiedade.

A partir do momento em que você começa a gerir melhor seu tempo, precisará criar janelas de tempo para se concentrar em uma única atividade por vez. Isso vai melhorar a sua percepção sobre seu próprio tempo, além de contribuir para a qualidade daquilo que você executa, como falaremos no próximo tópico.

Preze pela qualidade

A produtividade é excelente e nos desafia a fazer cada vez mais em menos tempo. Porém, o ponto de equilíbrio deve ser a consciência das nossas limitações para que possamos combater a produtividade desenfreada e desqualificada.

Dessa forma, antes de se comprometer consigo mesmo e com o outro, entenda qual é o seu limite e até onde você consegue assumir responsabilidades sem perder a qualidade da atividade que se propôs a fazer.

Concentre suas atividades

O grande desafio da gestão de tempo não é apenas a organização, mas a limitação de horas e como elas são consumidas ao longo do dia.

Por isso, é importante que considere o mínimo de deslocamento físico possível em sua rotina. Por exemplo: e se ao invés de fazer uma aula de yoga em academia, você fizesse dentro de seu próprio condomínio?

O empreendimento W/L Vila Romana, mais novo lançamento da Tecnisa, conta com espaço para meditação, yoga e massagem em sua área de lazer, além de diversas comodidades que unem conforto, qualidade de vida e bem-estar em um único lugar.

Perspectiva de área de lazer do empreendimento W/L Vila Romana

Como vimos ao longo do artigo, a gestão de tempo pode — e deve — ser uma forte aliada para garantir seu bem estar e qualidade de vida.

Gostou do conteúdo? Siga a Tecnisa nas redes sociais e não perca os próximos artigos. Estamos no Facebook e Instagram!