Tecnisa entrega Piazza San Pietro.

Neste dia 22 de abril, com mais de trinta anos de história, mais de 100 obras entregues, aproximadamente dois milhões de metros quadrados de área construída e mais de 8 mil famílias satisfeitas, a Tecnisa informa a entrega de sua segunda obra com atraso, o empreendimento Piazza San Pietro, situado à Rua Marina Crespi, 118,… Ver artigo

22 de abril de 2008


Neste dia 22 de abril, com mais de trinta anos de história, mais de 100 obras entregues, aproximadamente dois milhões de metros quadrados de área construída e mais de 8 mil famílias satisfeitas, a Tecnisa informa a entrega de sua segunda obra com atraso, o empreendimento Piazza San Pietro, situado à Rua Marina Crespi, 118, no bairro da Mooca, em São Paulo. A Tecnisa atrasou 66 dias em relação ao prazo de carência.

Reconhecemos o atraso e, sobretudo, lamentamos profundamente o descumprimento do prazo estabelecido com os nossos clientes. No entanto, de forma consciente, optamos pelo pelo atraso em virtude dos inúmeros problemas técnicos que encontramos na obra herdada da falida construtora Encol. Este empreendimento estava parado desde 1998. E, ao retomarmos as obras, nos deparamos com processos construtivos que não convergiam com os padrões de qualidade da Tecnisa. Se respeitássemos o projeto inicial da antiga construtora, entregaríamos um produto que apresentaria inúmeros problemas para os futuros moradores. Assim, o produto não performaria e a Tecnisa seria responsável absoluta pelas imperfeições.

Ao tomarmos a difícil decisão de atrasarmos a obra, consultamos as crenças, valores e convicções que movem a Tecnisa e decidimos o que seria melhor para os futuros moradores. A grande maioria dos moradores ficaria muito irritada com o atraso, e com reconhecida razão. Mesmo assim, estamos convictos de que tomamos a decisão correta – o empreendimento ficou maravilhoso, seguiu rigorosamente os padrões construtivos da Tecnisa e obedeceu todos os prazos técnicos.

Aos futuros moradores do empreendimento Piazza San Pietro, o nosso sincero pedido formal de desculpas.