Janelas e portas de vidro: confira as melhores soluções para a limpeza destas grandes superfícies transparentes

Mesas, janelas, portas de vidro e mais superfícies transparentes só podem oferecer o efeito visual esperado se estiverem bem limpas.

26 de abril de 2021

O vidro é um dos materiais mais utilizados na construção civil. Para os engenheiros e arquitetos, que conhecem profundamente as suas melhores qualidades, ele parece atraente de muitas formas. 

Mas para pessoas comuns, não especialistas no assunto, o que interessa dos vidros, ou melhor, das chapas de janelas e portas de vidro é mesmo a transparência. 

Agora, todo este encantamento certamente acaba no momento que as pessoas enxergam que estas superfícies estão sujas. Mas você saberia dizer como limpá-las? 

O belo efeito estético das fachadas envidraçadas

Há milhares de anos, os fenícios descobriram uma forma diferente de fabricar um material, utilizando o sal, areia vulcânica e fogo. Quem diria que depois de tanto tempo as construções realizadas pelo homem iriam depender tanto desta receita – alterada para ganhar muito mais resistência e durabilidade? 

Hoje o vidro faz parte de praticamente todas as obras de arquitetura e engenharia civil, levando a luz natural para os interiores.

Pepita Vidal e Paulo Teixeira

Com certeza, a percepção que temos dos ambientes que habitamos não poderia ser a mesma sem a existência do vidro. Com este material faz-se o fechamento de janelas e portas, e, em alguns casos, também de cobertura. 

Além de tudo, o vidro também pode colorir os cenários, rebatendo a cor de uma possível película sua para dentro dos cômodos. E por meio deles, os projetistas podem brincar mais com os efeitos visuais nas obras.

Mas os vidros – sejam eles simples, com película, impresso, entre outros – podem fazer parte da criação de mais elementos de arquitetura e também de decoração de interiores. 

É o caso dos móveis com partes envidraçadas e também das portas internas, divisórias e fechamentos de box de banheiro de vidro. Todas essas superfícies só podem oferecer os melhores efeitos se estiverem sempre muito bem limpas.

Revista Viva Decora
Juliana Matalon

Qual a dificuldade para limpar vidros?

Talvez o vidro, de todos os elementos utilizados pela construção civil, seja o material mais difícil de ser mantido.

Se ele for laminado, por exemplo, é provável que a sua película tenha que ser trocada de tempos em tempos – e imagine fazer isto em grandes peles de vidro. 

Outra grande dificuldade é conseguir tirar, de superfícies envidraçadas, os acúmulos de sujeiras e gorduras – como de marcas de dedos. Isto deve comprometer a sua funcionalidade e beleza.

A maior dificuldade para a limpeza das chapas de vidro acontece justamente por conta das dimensões que quase todas estas superfícies do material apresentam. Janelas e portas de vidro mais altas são muito difíceis de serem alcançadas. 

Graças às novas tecnologias em robótica, já podemos contar com aparelhos fabricados especialmente para este fim, como o de limpeza de grandes áreas de vidro através de um sistema magnético.

RenataBertoni | JuniorPrestes Arquitetura e Interiores e Architizer

Mais uma questão que envolve a limpeza de superfícies de vidro é a fragilidade das camadas superficiais das chapas do material, que podem facilmente se desgastar com produtos corrosivos.

O famoso álcool 70, tão utilizado nos últimos tempos, é um exemplo daquilo que não deve ser utilizado para a limpeza de vidros. E também deve-se ter atenção com o tipo de pano ou de esponja passada sobre estas superfícies e se a área não contém pedriscos que possam causar arranhões.

Alibaba e Fractal Vidros

Como limpar superfícies envidraçadas | do modo básico ao profissional

Se você começar a realizar uma faxina na sua casa, prepare-se bem para fazer a limpeza de adornos, móveis, janelas e portas de vidro. 

Primeiro, não use nada de produtos à base de solventes, ácidos ou sapólios. Existem produtos limpa-vidros adequados à venda nas lojas, mas nada mais eficaz do que a receita que você mesmo pode fazer na sua casa. Anote aí. Na fase um, utilize água e detergente neutro. Na fase dois, água e vinagre.

Bem, um dos maiores segredos para o acabamento final perfeito de superfícies de vidro é a secagem. Durante a retirada de sujeiras e gorduras, use esponjas macias – sem lado verde – e panos preferencialmente de microfibras, realizando movimentos verticais e horizontais. Depois enxague bem e faça a secagem por etapas. Seque tudo e dê um bom polimento usando folha de jornal ou papel toalha de forma uniforme sobre toda a área.

Revista Viva Decora
Revista Viva Decora

Pronto, esta é a limpeza básica que você pode fazer sozinho em sua casa. Mas existem casos mais complexos que vão exigir a assistência de um profissional experiente. 

Como na situação, por exemplo, da limpeza de coberturas de vidro – que acumulam não apenas poeiras, mas poluentes e outros agentes. Se isso não for retirado de forma correta, pode danificar consideravelmente o material.

Também não é recomendado tentar fazer sozinho a limpeza daquelas portas de vidro muito altas ou do lado externo de janelas em grandes alturas de edifícios. 

Para estes casos, existem os profissionais especialistas em limpeza com rapel – um sistema bastante semelhante à escalada segura de montanhas. Além disso, estes especialistas podem avaliar melhor que produtos utilizar para proteger por um período maior as superfícies, prolongando o tempo entre as limpezas.

Revista Viva Decora e Camila Polisel

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.