Guarda-roupa: como organizar este aliado do seu dia a dia

Manter o guarda-roupa em ordem é uma tarefa difícil. Aqui vão algumas dicas para deixar o local sempre bonito, cheiroso e bem arrumado!

Depois dessas dicas, seu guarda-roupa sempre estará arrumado!

Chega o final de ano e as pessoas ganham vários presentes de Natal. Dentre eles, muitas roupas, sapatos, bolsas e demais acessórios. Isso tudo acaba parando no quarto, amontoado entre prateleiras de armários.

E na hora que se busca uma dessas coisas para usar, não se encontra nada. É preciso saber organizar o guarda-roupa não só para deixar a casa bonita, mas para facilitar a rotina. Entenda o caso a seguir!

Triplex Arquitetura

Como são divididos os diferentes modelos de guarda-roupas

Para tudo dentro de uma casa tem o lugar certo – no caso das roupas e afins, é dentro do guarda-roupa. Normalmente, num dormitório comum pode haver apenas uma única unidade de armário.

Tendo mais área livre disponível, é possível ter um móvel maior. Os de duas portas servem melhor para áreas infantis. Já os de três e quatro, para solteiros. E os de quatro em diante, para casais.

Ana Luisa Previde

Independente do número de portas, os guarda-roupas costumam ter certa divisão interna.

Claro que quanto menos portas tiver a peça, menos divisões e subdivisões ela terá – faz-se uma priorização no momento do projeto de design.

O normal é ter, na parte de baixo, um espaço para os sapatos. No centro, uma zona maior para cabideiros, prateleiras e nichos. E na parte superior, o maleiro.

Andrea Bento

Cada um desses setores do guarda-roupa é dimensionado de acordo com as peças que ali devem ser guardadas. Óbvio que a pessoa tem toda a liberdade de organizar seus pertences da maneira que bem desejar.

Porém, justamente, o desenho do móvel já é o resultado de um estudo aprofundado que o projetista fez do padrão necessário. E, assim sendo, já dá uma ideia sobre a forma de organização mais indicada.

Bruna Kalkmann 

Como organizar os objetos dentro do guarda-roupa

Entre vestimentas e acessórios, podem-se ver peças grandes e pequenas. Algumas são mais delicadas; outras são difíceis – quase impossíveis – de serem organizadas; e tem ainda as que não devem, jamais, ficar expostas ao tempo.

Para cada uma delas tem-se um jeito certo de agrupamento e dobramento ou enrolamento. Existem infinitos critérios que a pessoa pode usar para realizar tal tarefa.

Juliana Pippi

Critérios para ordenação do guarda-roupa

Todo tipo de roupa vai precisar ser guardada de um jeito certo no guarda-roupa. Porém, existem formas diferentes de agrupar as peças para facilitar a ‘busca e achado’ no dia-a-dia. Pode ser pelo modo de uso – dormir, trabalhar, se exercitar, e mais. Pelo estilo – moderno ou tradicional. Pela cor – neutra ou colorida, lisa ou estampada. Ou pela estação do ano.

Marcelo Rosset ArquiteturaOscar Mikail  e Lojas Atua Prime

Geralmente, as peças que as pessoas mais usam devem ficar mais a frente e na altura das mãos dentro do guarda-roupa. Todos os sapatos na parte de baixo.

No topo, as bolsas, os travesseiros, os edredons e as malas. E no centro, separadas em várias áreas diferentes, as demais peças.

Ornare e  Bianchi & Lima Arquitetura

Quase todo mundo prefere colocar os casacos, vestidos, ternos e outros itens sociais ou sofisticados pendurados nos cabides. Blusões, como são mais pesados, devem ficar dobrados nas prateleiras.

Nas gavetas mais altas ficam as camisetas, bermudas e afins. Nas gavetas menos altas, as peças íntimas. E no calceiro – se houver – as calças.

Andrea Petini 

Uma ideia bem legal é usar partes vazias ou inutilizáveis do guarda-roupa para guardar objetos que não podem ser expostos na decoração do quarto.

Jóias, bijuterias, lenços e gravatas, podem ficar dispostos em gavetas rasas ou pendurados em ganchos na parte interna do roupeiro. Maquiagens e perfumes em caixas organizadoras. E brinquedos nas gavetas fundas ou em nichos abertos.

Revista Viva Decora

Como fazer a manutenção dessa ordem

Manter o dormitório bem arrumado não é tarefa fácil. Agora, deixar as coisas dentro do guarda-roupa ou do closet cada uma no seu lugar é mais difícil ainda. Mas, a pessoa precisa ter disciplina e fazer a manutenção dessa ordem constantemente.

Do contrário, ela pode ter seus pertences danificados, sua rotina comprometida; fora o fato de ter sua saúde afetada com picos de estresse.

Anna Maria Parisi e  Nathalia Bilibio Schwinn

O melhor é criar um cronograma de tarefas – pequenas coisas que se pode fazer no dia-a-dia para deixar a casa sempre em ordem. Você, por exemplo, deve tirar uns minutos do dia para separar as roupas sujas das limpas de dentro do guarda-roupa.

No fim da semana, tirar uma hora para dobrar melhor tudo que estiver amontoado de qualquer jeito. E uma vez a cada dois meses, fazer uma seleção do que deve ir para doação ou o lixo.

Então, agora, faças dessas regras uma rotina e você terá um guarda-roupa sempre bonito, cheiroso e bem arrumado!

Estas dicas de como organizar seu guarda roupa foram criadas pela equipe Viva Decora.