Como serão as casas do futuro? Conheça 6 tendências

Com a ascensão da internet das coisas, as casas conectadas já são uma realidade em nossa rotina. Porém, ainda existem muitas inovações que transformarão o ambiente residencial e a rotina da família toda. Confira o artigo que preparamos com 6 tendências da casa do futuro.

25 de março de 2021

Ao olhar para tendências de futuro projetadas nos filmes, seriados e desenhos animados dos anos 60, podemos ver que algumas delas se concretizaram e fazem parte da nossa rotina. Já conversamos com as pessoas por meio de imagens ao vivo, temos telefones conectados aos paineis de nossos carros de forma ainda mais  moderna do que nos sonhos futuristas daquela década.

No que diz respeito à conectividade em nosso lar, já vivemos a realidade das casas conectadas com a chegada da internet das coisas, que facilita nossa rotina de um jeito que não esperávamos até pouco tempo atrás. Mas quais são as tendências da tecnologia residencial para os próximos anos?

Neste post, a Tecnisa reuniu 6 tendências da casa do futuro e como serão aplicadas em nosso lar daqui a alguns anos. Confira!

1.   Natureza integrada aos edifícios

Se, por um lado, a poluição e o trânsito das grandes cidades são pontos negativos de viver em capitais, a praticidade de morar nesses centros urbanos acaba compensando esses fatos.

O lado positivo que as casas do futuro têm a oferecer é a junção da vida urbana sem abrir mão do contato com a natureza.

Cada vez mais, os projetos imobiliários de cidades como São Paulo priorizam experiências que instigam a conexão com a natureza, integrando espaços verdes em condomínios fechados e respirando o ar puro que até então só encontrava-se no interior.

2. Supermercado no condomínio

Ainda citando as áreas comuns de edifícios residenciais, os supermercados e conveniências dentro de condomínios são outra tendência para as casas do futuro.

E isso só é possível graças à tecnologia, já que a maioria desses estabelecimentos terá sistemas automatizados para encomenda, retirada e pagamento das compras, algo muito comum em outros países, como na China, por exemplo.

3.   Ambientes bem delimitados

Passando da experiência comum para os espaços dentro dos apartamentos, a tendência é que as casas do futuro voltem a ter ambientes bem delimitados, com quartos mais espaçosos e escritórios dentro de casa, por exemplo.

Isso significa que estúdios ou apartamentos sem divisórias entre os cômodos terão cada vez menos adeptos, já que a ascensão do home office trouxe de volta a necessidade de privacidade para que cada integrante da família consiga realizar suas atividades em um ambiente individual.

4. Espelho inteligente

Chegamos agora a um tipo de tendência que, embora pareça muito distante da realidade, é uma aplicação clara da internet das coisas que vai além dos tradicionais gadgets de automação residencial que já vêm sendo utilizados atualmente.

Em breve, a casa do futuro poderá contar com um espelho inteligente, que faz um check-up em seu corpo em menos de 30 segundos, mostrando os principais índices de saúde como massa muscular, peso, aspectos relacionados à pele e muito mais.

Criado no Vale do Silício, esse superespelho conta com a tecnologia de Raio-x 3D e se conecta com um aplicativo móvel que armazena as informações e gera relatórios comparativos sobre a evolução da saúde de um indivíduo ao longo do tempo, levando a categoria de wearables para outro patamar e integrando-a com a casa inteligente.

5.   Energia renovável

Assuntos voltados à sustentabilidade não podem ficar de fora das tendências das casas do futuro.

Itens relacionados à energia renovável não param de evoluir, indicando que, em um futuro breve, existirão equipamentos para reciclar o lixo e transformar os resíduos em energia para fazer funcionar pequenos eletrodomésticos.

6.   Holografia

Há exatos 10 anos, os estudantes da Domus Academy, em Milão, desafiados pelo Design Lab, promovido anualmente pela Electrolux, projetaram como seria a casa do futuro.

Segundo eles, ela colocaria a residência dos Jetsons no chinelo prevendo tendências inusitadas.

Dentre elas, previa-se que o ato de vasculhar as páginas de um livro de receitas ficaria para trás, já que uma holografia lhe ditaria o passo-a-passo do prato a ser feito.

Como isso ainda não aconteceu, estima-se que seja uma das próximas inovações que as casas do futuro conterão uma versão próxima dessa tendência.

Enquanto prevemos o que haverá na casa do futuro, imaginamos que algumas coisas não mudarão.

Acho que ainda estamos longes do dia em que trocaremos o calor de uma comida feita na panela por pílulas de proteínas e carboidratos. Também duvido que alguém se sinta em casa (e escolha viver dessa maneira) em ambientes com pisos iluminados, minimalistas ao extremo, sem tapetes ou almofadas. Se isso acontecer, certamente algum movimento retrô, atiçado pelas tendências da moda, certamente nos fará olhar para trás e recuperar ao menos um pouco do aconchego perdido.

Uma coisa é fato: a casa do futuro será cada vez mais aconchegante e contará com facilidades para que possamos extrair a máxima qualidade de vida que um lar deve nos proporcionar.

Se você está buscando o que há de mais moderno em relação à casa do futuro, precisa conhecer o Highlights, o breve lançamento da Tecnisa no Campo Belo. Um local que te conecta com todas as possibilidades, respeitando seu tempo e suas escolhas. Fale com nossos especialistas pelo WhatsApp e saiba mais.