6 dicas para a hora da mudança

Está de mudança? Saiba o que você pode fazer para facilitar o processo e afaste o estresse de vez.

18 de julho de 2019

Há muito tempo penso em me mudar e sair da casa dos meus pais. Quando chegou a hora de começar uma nova vida, em um espaço só meu, tive várias dúvidas sobre como fazer uma mudança com organização e sem estresse. Descobri algumas dicas para passar por esse processo que vou dividir com vocês.

Casa nova, vida nova. Mudar de casa é uma grande oportunidade de renovar os ares, encontrar uma localização melhor, se organizar e montar um novo espaço, mais adequado para as suas necessidades. Porém, nem sempre o processo de mudança é fácil e tranquilo.

Uma mudança demanda tempo e trabalho — é preciso encaixotar objetos, decidir o que levar para o novo lar e organizar tudo de novo. Para evitar o estresse é preciso se planejar e ter muita organização. Se você está indo para outro imóvel e quer evitar dores de cabeça, veja a seguir algumas dicas para a hora da mudança que separamos para você. Boa leitura!

Casal embalando o sofá para a mudança

1. Estude o novo espaço

Antes de se mudar, estude bem o espaço do seu novo imóvel. É importante que você conheça o ambiente para decidir os objetos que levará junto com você, o que precisa jogar fora e o que precisará comprar. Meça os cômodos, meça os seus móveis e veja o espaço que você terá disponível.

Após conhecer a sua nova casa, coloque a mão na massa e avalie tudo o que você já tem: móveis, eletrodomésticos e itens de decoração. Liste o que você ainda poderá utilizar, o que precisa ser reformado e separe o que for ficar para trás. Você pode encontrar um lugar que receba doações ou vender as coisas que não quer mais.

Leia também: Alugar ou comprar um imóvel: qual a melhor opção de investimento?

2. Prepare os materiais necessários

Não deixe nada para a última hora. Se você começar a empacotar as suas coisas perto de se mudar, será difícil afastar o estresse do processo. Por isso, comece a encaixotar o que você decidir levar para o novo imóvel com antecedência. 

Jovem mexendo no celular

Você precisará de muitas caixas de papelão, fita crepe, tesoura e caneta para empacotar todas as suas coisas. Se quiser  economizar, pegue caixas de papelão em mercados e feiras, mas não deixe de contar com a ajuda de uma empresa especializada em mudanças — assim você terá mais garantias de que tudo chegará ao novo destino em segurança.
Comece a embalar semanas antes, mas lembre-se de começar pelos objetos que não são muito usados no dia a dia. Por exemplo, deixe para embalar utensílios de higiene de uso diário e roupas quando a mudança estiver mais próxima.

3. Transporte as roupas em malas

Você pode organizar as suas roupas em malas de viagem e levá-las com você. Assim, poderá aproveitar melhor o espaço do caminhão para fazer o transporte de móveis e demais objetos pesados. Além disso, as malas oferecem mais segurança e são mais fáceis de identificar que as caixas de papelão, então você pode dividir as roupas em categorias e colocar em malas distintas.

Mala roupas sob a cama

Tente agrupar roupas do mesmo tipo. Por exemplo, embale todas as blusas juntas. Assim, reorganizar os seus itens na nova casa será muito mais fácil. Você também pode montar um kit com as peças mais indispensáveis para tê-las à mão durante o processo de mudança, sem precisar ficar abrindo as malas. Nesse kit também é interessante colocar itens de higiene, ferramentas indispensáveis no dia a dia, como carregador de celular, e documentos.

4. Cuidado com itens frágeis

Se você tiver um carro ou o acesso à sua nova moradia for fácil, separe os itens mais frágeis da sua casa e leve até o novo lar antes da mudança. Taças, peças em louça e aparelhos eletrônicos merecem um cuidado especial na hora do transporte. Embrulhe esses itens com jornal, tecido grosso ou plástico bolha e leve-os com cuidado até a nova casa.

Uma dica é fazer esse transporte aos poucos. Muitas vezes é preciso ir até a nova casa para resolver coisas com o antigo proprietário e o condomínio, por exemplo, ou conhecer o novo bairro. Nesse caso, você pode ir transportando as coisas em cada visita.

5. Mude o endereço dos documentos

Não se esqueça de mudar o endereço nos seus documentos e nas suas assinaturas e contas. Ligue para a empresa que oferece a você serviços de internet, telefone, altere o endereço de correspondências para não deixar de receber informes do seu banco, plano de saúde e assim por diante.

Por fim, avise os vizinhos ou o porteiro que você está se mudando e peça a eles que guardem correspondências que ainda chegarem na sua casa. Ao fazer isso você não corre o risco de atrasar pagamentos e ter multas, por exemplo, e nem de ter problemas para acessar a TV a cabo ou receber revistas ou jornais.

6. Peça ajuda a amigos e familiares

Com a ajuda de amigos e parentes o seu trabalho ficará muito menor. Recrute pessoas que podem ajudar você a encaixotar as suas coisas, tenha ajuda para fazer tudo com mais rapidez e ainda aproveite bons momentos.

Mãe e filha embalando as coisas para a mudança

É preciso muita organização para fazer uma mudança sem se estressar. Estude o novo espaço, planeje, se organize e comece a tomar providências o quanto antes. Assim você terá mais tranquilidade e poderá passar por todo o processo sem grandes preocupações.
Agora você já conhece as principais dicas para a hora da mudança. Quer saber mais sobre o assunto? Leia o artigo Como simplificar a mudança? Dicas práticas para quem vai mudar de casa.