Tudo o que você precisa saber sobre o Feirão Caixa da Casa Própria

Confira a oportunidade de comprar um imóvel com parcelas que cabem no seu bolso.

10 de abril de 2019

Entenda como funciona o Feirão da Caixa

Quando meu noivo e eu decidimos nos casar, o primeiro passo que demos foi sair em busca do apartamento que seria o nosso futuro lar. No entanto, não foi tão fácil encontrar um imóvel no valor que havíamos previsto e com as condições de pagamento ideais para o nosso perfil. Selecionamos algumas opções e a compra foi realizada por meio do Feirão da Caixa, um evento que auxilia a compra de imóveis por meio de facilidades, de acordo com alguns critérios específicos. Se você está em busca do primeiro apartamento mas ainda não encontrou as condições ideais para fechar negócio, preste atenção nessas dicas:

Infográfico explicativo sobre como funciona o feirão da caixa

O que é o Feirão da Caixa

A Caixa Econômica Federal é uma instituição financeira que realiza diversos serviços à população, dentre eles o “caminho das pedras” para a realização do sonho da casa própria. Entre as diversas iniciativas adotadas nesse sentido está o Feirão da Caixa, um evento já consolidado no mercado imobiliário, que acontece anualmente, cujo objetivo é promover a venda de imóveis por todo o país, conectando construtoras e imobiliárias ao público interessado em adquiri-los. É neste ambiente em que as partes se reúnem para negociar valores, tirar dúvidas e fechar negócio.

O mega evento oferece suporte com assessoria de técnicos da Caixa para fazer uma avaliação das condições de cada candidato, além de traçar um perfil cruzando o espaço necessário/desejado com a análise de crédito para chegar às melhores condições de pagamento.

De uma maneira simples e prática, os interessados em adquirir um imóvel encontram diversas opções e avaliam todos os critérios (tipo de imóvel, preço e condições de pagamento) até conseguirem as condições ideais para cumprir as etapas necessárias para a compra do imóvel.

O Feirão disponibiliza imóveis para diversas faixas de renda e em todos os lugares do país, possibilitando que o possível comprador tenha mais possibilidades disponíveis no mercado. Além disso, não há restrição quanto ao tipo de imóvel, apenas ao valor do investimento já que isso interfere nas modalidades de financiamentos concedidas pela Caixa. Isso significa que é possível encontrar imóveis novos (recém-finalizados), em construção ou na planta, além de opções de imóveis usados – desde que se encaixem nos critérios exigidos pelo banco.

Habitações populares

Quem participa do Minha Casa Minha Vida, uma iniciativa do Governo Federal que oferece condições atrativas para o financiamento de moradias nas áreas urbanas para famílias de baixa renda, pode conferir condições exclusivas. Existem quatro valores diferentes, de acordo com a faixas de renda mensal familiar:

Renda familiar de até R$ 1.800,00
Possibilidade de realizar um financiamento de até 120 meses, com prestações mensais que variam de R$ 80,00 a R$ 270,00, conforme avaliação da renda.

Renda familiar de até R$ 2.600,00
Você pode adquirir um imóvel cujo empreendimento é financiado pela Caixa com taxas de juros de apenas 5% ao ano e até 30 anos para pagar e subsídios de até 47,5 mil reais.

Renda familiar de até R$ 4.000,00
É possível adquirir um imóvel no Programa Minha Casa Minha Vida e pode ter subsídios de até R$ 29.000,00.

Renda familiar de até R$ 7.000,00
Para essa faixa de renda, o Programa Minha Casa Minha Vida oferece taxas de juros diferenciadas em relação ao mercado para a conquista da casa própria. Neste caso, é necessário fazer uma avaliação via simulador ou especialista no dia do Feirão.

Os valores das parcelas comprometem no máximo 30% da renda total da família e o prazo para pagamento do imóvel é de até 30 anos.

Quando o Feirão acontece

Em 2019 acontece a 15ª edição do evento e, levando em consideração que o evento acontece em todo o país, não só apenas nas capitais como em diversas outras cidades o cronograma é dividido em várias datas – sempre aos fins de semana.

Na última edição, o evento aconteceu durante três fins de semana nas cidades de Porto Alegre (RS), Salvador (BA), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Goiânia (GO), Rio de Janeiro (RJ), São Luís (MA), Uberlândia (MG),Brasília (DF), Belém (PA), Campinas (SP), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE) e Recife (PE).

O Feirão Caixa da Casa Própria 2019 acontecerá em maio. Para saber as datas de cada cidade é necessário ficar atento aos comunicados oficiais da Caixa Econômica Federal.

O que levar para o Feirão da Caixa

Lembre-se que o objetivo do evento é fechar negócios e quanto mais informações você puder fornecer/esclarecer, melhor. Os documentos RG, CPF e comprovante de residência são indispensáveis para qualquer tipo de negociação, especialmente para o pedido de financiamento. Considere levar também documentos de comprovação de renda como holerite, demonstrativos bancários, extratos do Fundo de Garantia, declaração de Imposto de Renda mais recente, carteira de trabalho, entre outros.

Quais são os benefícios

    • Muitas opções de imóveis
    • Atendimento especializado
    • Oportunidade de negociação direta
    • Taxa de juros menores
    • Prazos de pagamento mais longos
    • Possibilidade de utilizar o saldo do FGTS
    • Imóveis já avaliados por engenheiros

DICAS QUE VALEM OURO

Pesquise o máximo possível

casal sentado fazendo contas

O mercado imobiliário possui milhares de opções e você precisa ter paciência para pesquisar. “Garimpar” o imóvel dos sonhos em condições compatíveis com a sua necessidade não é tarefa fácil mas vai te poupar dores de cabeça no futuro. Além disso, procure por empreendimentos de construtoras conceituadas no mercado e com baixo índice de reclamações, para garantir a qualidade da construção e a entrega do seu imóvel.

Visite o imóvel

Por mais que o evento seja promovido como objetivo de facilitar os processos e agilizar a compra do imóvel, é importante se certificar de que está fazendo um bom negócio antes de investir o seu dinheiro à longo prazo. No caso de imóveis prontos, é importante verificar se está tudo em ordem e avaliar se ele vale o valor que está sendo ofertado. No caso de empreendimentos ainda em construção (como é o caso da compra de um imóvel em obras ou na planta), avalie a localização, a infraestrutura e a segurança do bairro para garantir que não irá sofrer no futuro.

Simule um financiamento

As taxas de juros variam de acordo com cada banco mas é possível fazer simulações online para comparar a quantidade de prestações com o valor de cada uma delas. No site da Caixa você consegue obter uma estimativa pelo Simulador Minha Casa Minha Vida, além de verificar os tipos de financiamento, avaliar o seu grupo de renda e a recomendação de faixa de imóvel apropriado. Assim você já tem uma ideia do que é possível absorver no seu orçamento e o que será necessário negociar durante o evento.

Leia o contrato

Você já sabe que deve ler todo documento antes de assinar mas não adianta ficar com dúvidas. Releia o contrato quantas vezes achar necessário, esclareça os termos que não ficaram claros e, se necessário, peça ajustes. Afinal, você está prestes a fazer um investimento a longo prazo e vai ter que se comprometer com cada cláusula do contrato por alguns anos.

Aproveite a oportunidade para adquirir o seu apartamento. Conheça os imóveis da Tecnisa.