Racks modernos: será que esses móveis combinam com decoração de quarto?

Instalar ou não televisão dentro do quarto? Essa é uma pergunta que não tem uma resposta consensual entre os especialistas em harmonização de ambientes.

7 de outubro de 2021

Alguns afirmam que as energias emanadas por esses aparelhos em painéis e racks poderiam comprometer o sono e, consequentemente, a saúde das pessoas. Contudo, quem hoje consegue ficar verdadeiramente afastado das redes?

Ver um filme na cama pode ser um gostoso meio de entretenimento, e não podemos negar isso. Então, para não prejudicar as boas energias do quarto, bastaria que mantivéssemos o aparelho a uma distância adequada de quem está deitado. Os especialistas recomendam, nesse caso, respeitar as medidas básicas recomendadas. Eis um exemplo:

  • uma pessoa parcialmente sentada na cama, com as pernas esticadas sobre o colchão, a um nível de 65 a 70 cm do chão;
  • seus olhos devem ficar a 2,60 de distância da tela da TV, instalada na parede oposta;
  • e essa mesma TV deve ser instalada entre 1,20 a 1,40 do chão, ou 50 a 70 cm do colchão.

Então, vamos considerar que você encontrou espaço e deseja instalar mesmo uma televisão dentro do quarto. 

Agora o que você precisa decidir é se o aparelho será fixado a um painel – melhor, para aliviar a estrutura da parede atrás; e se essa peça será acompanhada de um rack – isso porque pode interferir na circulação no ambiente. 

No texto a seguir, veremos algumas ideias de racks modernos, analisando principalmente a sua funcionalidade. Os exemplos vão te convencer que vale a pena ter um móvel assim dentro do quarto. Confira.

Actual Design

#1 Rack baixo

Por tudo que foi dito acima, você já deve ter entendido que, dentro de quartos, as TVs geralmente não ficam sobre racks, por conta da altura a ser respeitada. 

Por isso, esse móvel quase sempre é acompanhado de painel, ficando livre para receber outras funções – condizentes com as atividades desempenhadas no local. Por isso, as dimensões e linhas do seu design podem fugir um pouco do padrão que veríamos para um rack de sala de estar.

Então, dito isso, para quarto, uma alternativa são os racks mais baixos, que possam ser encaixados sobre aparadores para exposição de vasos e retratos. Racks baixos em duas alturas também podem ser utilizados como mesinhas de estudo ou mesmo penteadeira, aproveitando melhor a área do quarto – como nos exemplos a seguir.

BY Arq&Design

Flávia Bastiani / Verônica Castro

#2 Rack cômoda

Racks mais altos podem ser usados como balcões de portas ou balcões gaveteiros. Pelo local do quarto onde estarão posicionados – frente a cama -, é provável que esses móveis tenham uma menor profundidade que os gaveteiros tradicionais ou trocadores, por exemplo. Mesmo assim, podem ser ótimos locais para guardar roupas íntimas, documentos, equipamentos de mídia, e outros pertences menores.

Gislene Lopes
Infinity Spaces / Joana Deicke Maria Manoela Bento Pereira

#3 Rack escrivaninha

Assim como certos racks em duas alturas podem ser adaptados como penteadeira, outros podem virar escrivaninhas. No exemplo a seguir vemos uma possibilidade diferente. 

Nesse caso, o conjunto de móveis exibe um rack baixo, complementar; um painel de fundo; e prateleiras em diferentes alturas, presas ao painel, tendo muitas finalidades. Essas mesmas prateleiras podem ser, justamente, a base para uma escrivaninha.

Carolina Vilela

#4 Rack com painel

A dupla rack com painel é essencial em uma decoração de quarto com TV. Mas, diferente do que acontece em composição de salas de estar, esses móveis não devem deter, de imediato, a atenção dos observadores. 

Isso quer dizer que essas peças não podem ser o ponto focal principal do cômodo; o protagonismo precisa ser dado ao conjunto cama, cabeceira e criados-mudos. Mas o que isso tudo quer dizer?

O melhor seria utilizar, no quarto, racks e painéis em cores neutras, linhas retas, e planos lisos, sem detalhes ornamentais desnecessários. Mas é claro que isso não tem nada a ver com desmerecer esses itens nas decorações. Pelo contrário. 

Podemos utilizar, por exemplo, soluções de iluminação para valorizar a dupla rack e painel de forma moderada, na medida certa, sem finalidade funcional, mas “teatral”, para tornar os cômodos mais agradáveis.

Rodrigo Fonseca
Marcelo Rosset Arquitetura / Toddo Arquitetura e Engenharia

#5 Painel com apoio

Agora, um rack apoiado sobre piso, frente a cama, pode dar a impressão de que o cômodo decorado é apertado, desconfortável. Então, qual a solução? Um painel que tenha um rack suspenso, ou seja, elevado piso. 

Não quer dizer que a área de circulação não ficou comprometida, mas o efeito visual enganoso fará a pessoa se iludir pensando o contrário, sentido que o layout, assim, está mais espaçado e o ambiente mais agradável.

Gabriela Herde
Renata Basques

O que achou? Um rack vai cair bem em seu quarto? Então, escolha um modelo e comece a decorar esse ambiente!

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.