Dicas de luminárias para 7 ambientes de sua casa

Todo ambiente precisa de um reforço na iluminação para ficar mais bonito e confortável. Veja quais luminárias podemos adicionar ao conjunto.

14 de outubro de 2021

Está satisfeito com a iluminação dos ambientes da sua casa? Quantas luminárias pensa serem necessárias dentro de cada cômodo? Bem, já podemos te adiantar que a resposta para esta pergunta vai depender de muitas variáveis. 

Por exemplo, o tamanho de cada espaço, incluindo o seu pé-direito; as atividades que serão realizadas no local; e até mesmo a idade dos moradores – pois quanto mais idosos forem, mais luz precisarão para realizar tarefas.

A Norma Brasileira que fornece orientações mais detalhadas quanto aos níveis de iluminância adequados para ambientes é a NBR 5413. E dentro dela podemos obter alguns valores de referência – que não consideram as características das nossas casas, mas já nos dão um parâmetro. E esses níveis são classificados conforme o Sistema Internacional, que estabelece a medição do fluxo luminoso por unidade de área.

Atrás de cada embalagem de lâmpada, fica descrito a potência do produto e os níveis de iluminância (lx) que atingem. E, conforme as atividades realizadas em cada tipo de ambiente, eis o que indica a norma:

  • cômodos em geral = 150 lx;
  • circulações e escada = 150 lx;
  • garagem = 150 lx;
  • salas de leitura = 500 lx;
  • escritórios = 500 lx;
  • sala de desenho ou atelier = 1000 lx.

Com base nisso, você já pode conseguir somar quantas lâmpadas é preciso ter em cada ambiente da sua casa e, em seguida, quantas luminárias. E quais os tipos de aparelhos indicados para cada cômodo? Bem, veja no texto a seguir.

Iara Kilaris

#1 Hall, sala jantar e estar

A entrada da casa precisa de uma iluminação bem intensa, iluminando sobretudo a porta do imóvel. Nesse caso, será preciso um ponto de luz central no teto. E ainda podemos prever para esse espaço luminárias auxiliares em forma de aplique em paredes e pisos; além disso, luminárias de coluna também seria interessante.

Seguindo para a sala, a zona de jantar precisará ter um ponto de luminária centralizada – dirigida ou por reflexo. Na mesma área, quem sabe uma iluminação secundária – talvez com apliques, por exemplo. 

Já na parte do living, dispensa-se a luz centralizada, substituindo-a por diversos pontos, formando uma iluminação circunscrita e suave. Vale usar lustres, sancas, abajures e mais. 

Desse jeito, teremos uma atmosfera ambiente mais agradável. E obteremos uma sala com muitas zonas diferentes e delimitadas pela luz, num efeito de ‘claro e escuro’ bem surpreendente.

Combina para essas decorações as seguintes luminárias:

  • hall = plafons, arandelas, abajures, refletores e balizadores.
  • sala de jantar: lustres e spots.
  • sala de estar: plafons, abajures, colunas, refletores e floquinhos.
A1 Arquitetura
Aquiles Nicolas Kílaris

#2 Cozinha e varandas gourmet

A cozinha vai exigir uma luz central. Dizem os especialistas que, para tal, seriam dispensadas as luminárias secundárias. 

Contudo, podemos prever uma iluminação pontual e direcionada para zonas de pia, fogão, bancadas e no interior dos armários. E em alguns projetos modernos têm até, na parte inferior dos armários – incluindo perto do piso – a marcação por uma luz contínua em fita de LED.

Combina com cozinhas e varandas gourmet as seguintes luminárias:

  • calhas, plafons, olhos de boi e spots.
Iara Kilaris
Concept Engenharia + Design: Amanda Pagliarini Macedo

#3 Áreas de serviços

Esse é o cômodo da casa que deve ser mais abundantemente iluminado, por se tratar de uma área onde são realizados muitas atividades domésticas – como lavar roupas. Será preciso um ponto de luz central e um ponto de luz direcionado para cada local onde serão realizadas as tarefas. Por fim, é interessante ter iluminação interna nos armários também.

Combina com lavanderias as seguintes luminárias:

  • calhas, spots e olhos de boi.
Andréa Xavier / Viva decora

#4 Banheiros e lavabos

Recomendações muito semelhantes àquelas dadas para a lavanderia servem para esses ambientes também.

É importante destacar sobretudo a zona do box do chuveiro. Outro local que será sempre  preciso um reforço de iluminação é a área próxima da pia; só cuidado com os reflexos que essa luz possa causar aos olhos de quem olha sua imagem no espelho. Assim também deve ser nos lavabos, com uma iluminação farta sem ser ofuscante.

Combina com banheiros e lavabos as seguintes luminárias:

  • apliques, arandelas, spots, olhos de boi e floquinhos.
Aquiles Nicolas Kílaris / Roberto Migotto

#5 Home office e cantinho de leitura

Cantinhos de leitura e home office são zonas locais da casa que vão exigir uma iluminação reforçada, mas não tão intensa quando das lavanderias, por exemplo. 

O que se espera nesses casos é uma maior flexibilidade de iluminação, que permita a realização das atividades de estudo e trabalho. As luminárias adequadas para mesas de estudo são as que têm braço articulável, para afastar e aproximar a lâmpada, conforme a necessidade.

Cantinhos de leituras podem não dominar um cômodo inteiro, mas serem montados dentro de salas e quartos. A única coisa que se espera, numa situação assim, é ter, ao lado da poltrona, uma iluminação própria para a visualização das páginas dos livros. E essa luz pode vir, por exemplo, de um abajur de piso – que deve ser posicionado do lado oposto àquele que a pessoa vai se reclinar, por reflexo do cérebro, para escrever ou ler.

Combina com banheiros e lavabos as seguintes luminárias:

  • articulados, spots e calhas.
Carlos Rossi

#6 Corredores e closets

Corredores e closets podem ter um formato de planta bem semelhante, por isso algumas regras de decoração são bem parecidas para ambos os cômodos. 

Para começar, em uma área de extensão longa, é mais difícil distribuir a luz de modo suficiente a partir de um ponto central. Por isso, será preciso prever um ponto de luminária a cada três metros de distância. 

Combina com corredores e closets as seguintes luminárias:

  • spots e olhos de boi.

#7 Quartos

Os quartos vão exigir um ponto central, porém em conjunto com diversas luminárias auxiliares. Para as laterais da cama, indica-se os abajures ou mesmo os pendentes – desde que em baixa altura. 

Perto da penteadeira, será preciso reforçar ainda mais a iluminação. E ainda se pode prever para o ambiente várias iluminações decorativas diferentes, como dentro de nichos, contornando a borda da cabeceira e, talvez, um painel de TV.

Combina com quartos as seguintes luminárias:

  • lustres, arandelas, abajures, pendentes, spots e floquinhos.
Revista Viva Decora

Com todas essas sugestões, agora ficou fácil escolher as luminárias para  a casa toda, por que você não iniciou esse projeto?

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.