7 improvisos luxuosos na hora de arrumar a mesa

Vai receber convidados na sua casa para um jantar? Veja 7 dicas para arrumar a mesa com capricho.

24 de março de 2014

Nada mais corta-clima do que chegar na casa da pessoa para um jantar e encontrar cenas de puro desleixo: mesa desarrumada, luzes frias acesas na cozinha e na sala de jantar. Ao convidado, fica a impressão de que o anfitrião se arrependeu do convite. Ao anfitrião, a fama de pouco acolhedor.

Para não correr esse risco, algumas dicas para arrumar a mesa com capricho e sem clichês “finos” desnecessários.

1. Quanto mais simples, melhor. Isso não quer dizer que você deva levar à mesa sua coleção de copos de requeijão… Mesa simples é aquela em que estão presentes os elementos indispensáveis: copos, pratos, talheres, aparadores de travessas e guardanapos. E mais algum elemento charmoso para dar o tom da festa.

2. Nenhuma mesa, por mais bem produzida que seja, fica bonita sob luz fria. Luz indireta e velas potencializam o efeito decorativo, sempre.

3. Uma dica charmosa é investir em pratos antigos, comprados em feirinhas de antiguidades. Escolha modelos diferentes e misture tudo na hora de arrumar a mesa. A mesma regra vale para copos e taças.

4. Se usar louça estampada, escolha uma toalha lisa ou pouco ornamentada. Se usar louça lisa, invista em uma toalha de mesa exuberante.

5. Use guardanapos de tecido, muito mais charmosos do que as versões de papel.

6. Copos americanos são sempre curingas e funcionam bem em almoços, especialmente quando mesclados a taças mais rebuscadas. O mix do “fino” com o popular é outro segredo do sucesso na hora de arrumar a mesa de maneira interessante.

7. Apele para o bom-humor. Misture jogo americano de oncinha com copos indianos. Junte a toalha bordada da avó com pratos de desenho futurista. Use garrafas de cerveja ou de pinga (que têm rótulos ótimos) como suporte para flores e folhagens.