bairros guia-de-compra facebook linkedin twitter youtube Instagram Google Plus pinterest foursquare Tecnisa Ideias Snapchat Blog fastdating Atendimento por email Agende uma visita Globo Bitcoin Aplicativos Tecnisa Slideshare Lupa Dormitorios Metragem Pronto Para Morar Imoveis Proximos Em Obras Lancamento Lancamento Lancamento balao24horas Ligue Agora Video Atendimento Ligamos para você Tour virtual Planta 3D Ampliar Diminuir Planta Atendimento online Atendimento Online 2 Whatsapp whatsapp 2 Martelo Escavação Fundação Estrutura Alvenaria Acabamento Externo Acabamento Interno Valores Produto Blog Produto Guia de Compra de Imóvel Localização Galerias Sobre imovel Pin localizaão Compartilhar Impressora imprimir Download PDF Vendido Comercial Download Seta direita Terreno Microfone Endereços Mãos Pessoas Maleta Chave Chave 2 Farmacias academias bancos ensino hospital padarias shopping supermercados RSS conforto conveniencia lazer seguranca sustentabilidade numeros projetos metro pin-mapa Android Apple Imprimir Tudo Comprador Link Externo tecnologia acessibilidade exclusividade corretor Sem resultados Pesquisas populares Ano Novo Presente Aviso Chaves Formulario Relogio home plano diretor enlarge shrink enlarge2 shrink2 tenis yoga violao litoral binoquio lupa + dinheiro cabeça + dinheiro sauna bike churrasqueira petcare bola saude playground gourmet salaofestas cinema pizza title>Seta topo compre-agora
Menu

Selecione um ou mais campos e refine sua busca.

Buscar
Você está em: Woodbridge

Central de Vendas

Financiamento Bancário

Aqui você pode tirar as dúvidas mais freqüentes sobre financiamento.

Como funciona o financiamento bancário?

Comprei um apartamento por financiamento bancário, como funciona esse processo?

Para fazer o financiamento, você deve contatar a construtora para receber a orientação inicial necessária, que resumidamente é:

Primeiro, o responsável na obtenção do financiamento é você. O departamento de crédito e o departamento jurídico do banco vão analisar e conceder um financiamento a você e somente você poderá dar as informações e solicitar os documentos pessoais que serão analisados, assim como tirar eventuais dúvidas que o banco venha a ter para o processo. É o início de um longo relacionamento entre você e o banco. O departamento de crédito irá orientá-lo e indicar uma assessoria para a análise de renda e montagem do processo junto ao banco financiador da obra ou qualquer outro que desejar. O departamento jurídico disponibilizará os documentos da vendedora (construtora) e imóvel necessários para o processo de financiamento habitacional.

Segundo, é responsabilidade da construtora disponibilizar a você todos os documentos e certidões referentes à construtora e ao empreendimento em Cartório de Notas.

Terceiro, assim que a construtora entregar os últimos documentos referentes à obra, que são o Habite-se e a especificação de condomínio, você pode dar entrada no pedido de financiamento.

SFH x CH

Qual é a diferença entre financiamento pelo S.F.H e pela C.H e qual é mais interessante?

Pelo Sistema Financeiro da Habitação (S.F.H.), poderão ser financiados imóveis com valor máximo de avaliação de R$750.000,00, para os localizados nos estados de SP, RJ e MG e DF ou R$650.000,00 para demais estados. A taxa máxima de juros será de 12% ao ano e poderá haver uso do F.G.T.S., desde que respeitadas as condições de uso do mesmo e o valor máximo de financiamento, na maioria dos bancos, será de até 80% do valor de avaliação.

Pela C.H., não há valor máximo de avaliação, podendo ser financiados imóveis que ultrapassam o valor de avaliação de R$750.000,00. (SP, RJ, MG e DF) ou R$650.000,00 (demais estados) Não poderá haver uso do F.G.T.S. e o valor máximo de financiamento será, na maioria dos bancos, de até 80% do valor de avaliação. A taxa de juros será negociada com o banco no momento da contratação do financiamento e seu valor dependerá da avaliação da classificação de risco do contratante.

Para imóveis inferiores a R$750.000,00 de avaliação (SP, RJ, MG e DF) ou R$650.000,00 (demais estados), o mais interessante é o uso do S.F.H., pois apresenta taxa menor de juros e permite o uso do F.G.T.S., além de outros incentivos na hora de recolhimentos de impostos e despesas de registro de imóveis.

Composição de Renda

Qual é a forma de composição de renda normalmente aceita pelos bancos?

Os bancos normalmente aceitam a composição de renda do casal. Outros casos como união estável, noivos, pais e filhos, irmãos dependem da consulta junto ao banco, pois varia muito a aceitação de uma instituição financeira para outra. Em muitos casos, a aceitação, se ocorrer, virá acompanhada de solicitação de documentação complementar.

Caso um dos nomes tenha problema em uma instituição de crédito, com toda certeza o crédito será negado, mesmo que o desabono seja antigo e de pequeno valor.

Quanto custa (taxas do processo)?

Quais são as despesas com o processo de financiamento bancário?

Eventualmente, o banco poderá cobrar T.A.C. (Taxa de Abertura de Crédito), taxa de análise jurídica, taxa de inscrição e expediente, dentre outras.

O cliente deverá arcar com as despesas relativas aos emolumentos que se originarem das certidões e documentos disponibilizados pela construtora, bem como honorários de despachante, certidões relativas à Municipalidade, de propriedade e outras relativas ao processo. Ainda por conta do cliente incidirão, quando da assinatura do contrato de financiamento, as despesas de registro de imóveis e I.T.B.I. (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis).

O financiamento do imóvel não precisa ser pelo banco indicado pela construtora, porém, o processo no mesmo banco é mais fácil, rápido e com menor encargos, pois não haverá necessidade de pagar pela avaliação do imóvel e não incidirão algumas taxas.

Vencimento de Parcela

O que acontece se vencer a parcela de financiamento bancário?

Haverá cobrança de multa conforme estabelecido em contrato. A não ser que seja comprovada a entrega do processo junto ao banco para concessão de crédito dentro do prazo de entrada e o processo esteja fluindo dentro de seu trâmite normal, ou seja, não falte o encaminhamento de alguma solicitação do banco ou algum documento que compõe o processo. Nesta situação, a construtora aguardará a conclusão e expedição do contrato de financiamento por parte do banco, sem tomar nenhuma medida de cobrança do valor vencido.

Contudo, a cobrança de correção monetária e de juros transcorrerá normalmente, conforme previsto em contrato, até a data do contrato de financiamento bancário.

Confira outras informações sobre financiamento bancário

O valor de avaliação do imóvel édeterminado pela central de engenharia do banco, que providenciará a avaliação e a expedição do respectivo laudo.

Por que o processo de financiamento bancário inclui despesas de cartório de registro de imóveis e despesas de recolhimento de imposto municipal?

O contrato de financiamento bancário/habitacional tem força de escritura pública. Nele, reza que o imóvel está quitado com a construtora, portanto, o cliente está recebendo o mesmo em seu nome. Contudo, o cliente solicitou um financiamento bancário junto à instituição financeira que, como garantia do dinheiro financiado (o dinheiro dado à construtora), está recebendo a alienação fiduciária do imóvel a ser usada em caso de falta de pagamento das parcelas do financiamento ora concedido.

Para que tudo isso tenha valor legal, é preciso tornar público toda a transação efetuada. Logo, o contrato é a escritura que passa um bem imóvel que está em nome da construtora para o nome do cliente, razão pela qual se deve recolher o I.T.B.I. e os emolumentos dos cartórios.

Quem arca com as despesas de avaliação do imóvel?

Nos financiamentos realizados junto ao banco que financiou o empreendimento, essa despesa é arcada pela construtora no primeiro laudo de avaliação, cuja validade é determinada pelo banco. Os processos que derem entrada após essa validade será exigido pelo banco um novo laudo de avaliação. Esse novo laudo será contratado e pago pelo cliente.

Existem despesas adicionais no processo de financiamento solicitado em outra instituição financeira?

Sim. Com certeza o banco pedirá ao solicitante do financiamento bancário que contrate uma empresa por ele indicada para efetuar a avaliação do imóvel, além da maior possibilidade da cobrança da T.A.C. (Taxa de Abertura de Crédito).

Outra despesa que incidirá sobre o processo é a taxa de interveniente quitante, cujo valor varia de instituição para instituição e é paga pelo cliente diretamente ao banco contratado para a obtenção do financiamento bancário.

Quem é responsável por essas despesas adicionais?

O cliente solicitante do financiamento bancário.

Bancos

Seu Tecnisa pode estar muito mais próximo do que você imagina. Os bancos abaixo permitem que você conheça todos os detalhes de uma compra financiada e faça simulações do financiamento imobiliário. Clique ou toque e conheça.