Com tantos modelos de sofá, como escolher o ideal para sua casa?

O sofá pode ser o destaque da decoração de salas com várias funções diferentes. Por isso, é fundamental conhecer vários modelos de sofá diferentes

O sofá não é somente um tipo de assento. Ele pode ser o maior protagonista de uma decoração. Na sala de estar, por exemplo, um modelo de sofá bem escolhido pode tratar-se de uma das peças mobiliárias mais importantes.

É por isso que os arquitetos e designers de interiores se preocupam tanto em fazer uma boa escolha, nessa hora. Afinal, o modelo certo tem que ser bonito e confortável para as pessoas que habitam o imóvel; e ainda atender a proposta estética feita para o espaço.

O que define se um modelo de sofá?

Uma sala bem decorada, provavelmente, vai manifestar um estilo. Esse pode ser tanto clássico quanto moderno, tanto faz.

E o modelo de sofá escolhido deve seguir a mesma linha. Neutro, combinando com tudo; ou então ter um desenho mais ousado, muita textura, estampa e cores vivas, contrastando com o que tiver ao redor. É uma escolha que caberá ao projetista!

O importante é saber identificar, dentre as opções que existem no mercado – principalmente aquelas que “cabem no bolso” -, o que melhor se adequa ao ambiente.

Uma sala íntima até pode combinar com um sofá mais fofo e cheio de almofadas. Mas, uma sala social pede um estofado bastante espaçoso, capaz de abrigar todos os visitantes; menos denso; e com o mínimo de acessórios.

Quais os diferentes modelos de sofás disponíveis no mercado

Foi pensando em todas essas situações que os fabricantes de móveis resolveram criar diversos modelos diferentes de sofá. Percorrendo as lojas, pode-se encontrar uma variedade enorme de peças.

Existem os estofados com dois, três ou mais lugares. Aqueles com o encosto reclinável. Os com partes extensíveis. Os com chaise. Os em formato de ‘U’ ou ‘L’. E ainda outros mais. A lista é quase interminável!

Modelos de sofás em módulos fixos dão menos liberdade para rearranjos. Quando suas partes são soltas é melhor, pois permite que tudo seja remodelado sempre que a pessoa quiser. Isso funciona bem em ambientes de grandes dimensões.

Mas quando a sala é pequena, a geração de assentos pode vir de outros modos. Talvez pelo acompanhamento de puffs e poltronas, formando um conjunto maior e com mais possibilidades.

São exemplos de tecidos usados em sofás: courino, sarja, poliéster, chenille, suede e vinil – lembrando que a escolha do revestimento fará relação com o clima da região, a frequência de uso do móvel, a presença de crianças e animais em casa, a necessidade de limpeza constante do ambiente, e mais.

Só vale aquilo que cabe dentro da sala

Não adianta a pessoa escolher um modelo de sofá de bom preço, bonito, resistente, durável, adequadamente denso e com o número certo de assentos. No final, nada disso importará se ele não couber dentro da sala.

A peça escolhida na loja tem de ser bem medida antes de comprada. Do contrário, podem surgir muitos transtornos desagradáveis.

Antes de sair adquirindo qualquer coisa, é importante a pessoa medir o espaço livre disponível que se tem na sala e que pode ser reservado para o sofá.

Outro detalhe sério que deve ser observado é a distância entre o ponto onde o móvel ficará e a televisão. Há uma separação mínima que deve ser respeitada entre o estofado a tela, fora o espaço de circulação no ambiente. São questões que não devem ser ignoradas!

Como escolher o modelo certo de sofá pelo critério da estética

Dentre tantas possibilidades de sofás à venda no mercado, a escolha por uma ou outra peça vai depender, acima de tudo, do gosto da pessoa. Mas também de suas necessidades, das características da sala e da proposta do decorador.

Pode ser que, dependendo do caso, o melhor seja adquirir uma peça de cores neutras, linhas retas e pés finos. Ou, quem sabe, uma peça de tons vibrantes, bordas sinuosas e sem pés visíveis.

Uma tendência atual são os sofás coloridos – principalmente em cores como verde militar, coral e berinjela.

Também tem aqueles com visual mais retrô, em capitone – que fazem o maior sucesso entres arquitetos e designer de interiores. E aqueles que vêm com vários itens complementares, como almofadas – que são super práticos e podem combinar com várias propostas de decoração.

Na dúvida, se a pessoa não sabe como escolher um modelo certo de sofá para a sua sala, é melhor seguir as recomendações de um profissional. Mas, com todas essas opções que apresentamos, será que uma delas não serviu de inspiração para fazer a sua escolha?

Estas dicas para escolher modelos de sofá foram criadas pela equipe Viva Decora.